Meu sonho é escrever um livro

Imagem de book, vintage, and black

Quem diga, que não. Escrever um livro é um sonho de muita gente, assim como o meu. Já escrevi muita coisa, desde minha infância. Escrevi poemas, contos, e até escrevi uma história. Bem, era uma história que não me lembro muito, eu tinha apenas alguns aninhos, na beira dos 10, e só me lembro do final: um acidente de avião. Confesso que foi um final trágico, todos morreram, até a protagonista.

Depois disso escrevi poemas sobre a natureza e até pensava em ser bióloga. Escrevia sobre a floresta, os rios e pássaros. Até o momento em que me desencanei e criei um blog. Não durou muito tempo, e até hoje eu não sei porque. Só sei, que criar um blog foi uma coisa que eu fazia constantemente. Este blog de hoje, que já faz um ano que tenho e ainda não exclui, é uma grande vitória. E espero excluir nunca. Eu diria que eu não “batia” muito bem da cabeça. ^.^

Outra coisa que deixei passar sem notar, e que eu não poderia deixar de dizer, foi que eu queimei aquela minha história dos personagens mortos no avião. Bem, eu fiz isso quando eu estava desiludida com as minha escritas. Eu escrevia tanto, mas tanto, publicava nas redes sócias e no blog, e quase ninguém visualizava. Bom, hoje sabemos o porque. Todos sabem que todo trabalho leva tempo, para divulgação principalmente, para que as pessoas cheguem a ler o que você escreve. Porém, eu acreditava que isto cairia do céu. Isso não existe, pelo menos eu não conheço ninguém que tenha sido diferente.

Também teve a época em que eu era bucólica. Escrevia sobre morte, temas tristes, amores desiludidos e ódio sem fim. Porém, eu diria que estou na fase contrária. Hoje quase não consigo escrever sobre coisas ruins, a menos quando estou em um dia ruim. Nos tempos atuais, quero trazer alegria para as pessoas, gosto de falar sobre coisas satisfatórias, sobre a vida em constante mudança, sobre as lições da vida… E de livros também!

Diante de toda esta historia esquisita, de uma escritora que não sabia nunca onde queria chegar, me dei conta do que realmente gosto de fazer, e que talvez isto possa ser algo que eu leve para a minha vida inteira.

Sabe, antes era só um passatempo, um prazer, um tipo de lazer para mim. No entanto, ultimamente ando investindo mais neste meu amor platônico. Ando escrevendo mais, trabalhando meu vocabulário, atualizando o blog, e acima de tudo, escrevendo um livro.

È o meu terceiro na verdade. Recentemente, terminei um, que você pode clicar aqui para ler, mas que eu confesso, não ficou tão bom quanto eu queria. Com isso, eu ando acreditando em um sonho, o sonho de que eu possa viver da escrita, viver do que eu mais amo, que são os livros e escrever.

 

Anúncios

A dor me encontraria

E então, eu comecei a chorar. Não sei se foi a primeira vez que chorei por algo que realmente tivesse um motivo. Me lembro muitas vezes, por ter chorado por nada. Acho que, chorava para sentir a dor, sentir a dor agora, é melhor do que sentir sempre. Sei que, meus motivos não são os piores do mundo. Tem quem, precise chorar mais que eu. Mas, eu chorei. Não vou me sentir idiota, por ter chorado por coisas nem tão ruins assim, mas, eu entendo, chorar as vezes é desnecessário.

Agora, não consigo mais estudar. Lembrei da minha mãe, o quanta coisa ruim já passou. Não quero me sentir egoísta, sentimental ou sei la, as pessoas atribuem para pessoas assim. Mas cara, agora eu estou arrasa. Acho que também pelas pessoas que eu amo, estarem arrasadas também. Os problemas, as pedras fincadas no caminho, fazem as pessoas ficaram estranhas, os olhares tristes. Quando acordo, tento me sentir melhor. Mas, bom, você sabe como é.

No momento, eu queria morrer. Na verdade, queria voltar. Depois pensei, voltar pra onde? Depois falei com meu pai, e ele me disse “São coisas da vida” e então eu tirei a conclusão que, sim, não tinha como ser evitado. Muito menos, ter se arrependido.

E então ele me contou de algumas de suas dificuldade, muito parecidas com a minha no momento, aliás. E novamente, tirei a conclusão que, ACONTECE. Poxa vida, como eu poderia ter evitado tudo isso? Não dava. Mesmo que, se eu desviasse a curva e entrasse na contra mão, não dava.

A dor me encontraria.

Dói demais

Às vezes acreditar na mentira é muito melhor. Sabe, a verdade dói. E dói demais. Mas será que dói mais uma dor passageira ou uma dor de uma vida inteira? Encontrei a resposta, enquanto pessoas sofriam por amor. Por muito tempo, que parecia uma vida. A dor já não é mais passageira, é de tempo integral. Não acaba, se torna parte de si, já é a própria pessoa em si, faz parte, faz dela a dor.

Não é certo, ninguém pode dizer que é. Sentir dor não é bom, ainda mais por algo que parece não doer. É. As pessoas parecem que não sentem. Então ignoram a dor. Se iludem. Será que não dói? Não dói mais tanto? Isso é estranho e nem justo. Se deixar alguém enfiar a faca sem reagir é injusto.

A impressão que tenho é que a dor não passa. Sei lá. Passa? Dói mais eu acho. Às vezes tem medo de perder a dor. É bom que dói, eu mereço mesmo, deve pensar. Abraça o que sente e não quer largar mais.

Que bom, que bom. Continue assim.

Sobre se amar mais, acima de tudo


Não dá pra acreditar em amor, sem conhecer o que é amar a si mesmo. Amar alguém é diferente demais para ser comparado com o amor próprio. Amar a si, isso sim é difícil de explicar. É sensacional. Às vezes é mais dolorido que qualquer outro tipo de amor. Se magoar a si mesmo, se sentir desprezível, culpado, horrorizado por algo que você mesmo fez. Doeu muito, e a culpa foi sua. Não existe explicação para isso.

Mas quando você se ama, quando você se sente bem, com seu corpo, com seu cabelo, com seu jeito, com sua carisma, o jeito de rir e de andar. Aceitar o que não gosta. Ninguém é perfeito. A gordurinha á mais, o cabelo enrolado, a bochecha gordinha ou os peitos pequenos. Sempre queremos mais. Melhor, sempre queremos o que é diferente. O que o outro tem e você não.

Se amar, e se sentir única, isso é real. Ninguém tem o corpo que temos. E da mesma forma que invejamos o outro, tem gente que inveja você. Que inveja boa! Então, você se sente bem melhor. Não tão quanto as atrizes famosas que são vistas diariamente e honradas. Você não precisa disso. Porque você sabe.

Sabe que é mais do que todos pensam. Você é mais do que isso. Porque você te ama.

Tudo para o mesmo saco


Em uma vida em que as melhores e as piores pessoas vão para o mesmo saco. Ao menos, que as teorias berabolandes de vida após a morte – pessoas que são privilegiadas com dons, os profetas e as tais ideias da espiritualidades, por exemplo – se provem verdade. Pelo contrário, vamos tudo para o mesmo saco.

A terra se jorra sobre você, no dia do enterro. Quem somos nós? Sabe, eu imaginava não ser nada, e que construir alguém importante aqui, também não leva a lugar nenhum. Aliás, leva sim. Mas por um curto prazo de tempo. Muito pequeno para ser considerado.

Mas então, eu me dei conta que não é verdade. Nós não morremos. Continuamos vivos, não em nós mesmos, vivos de corpo. Continuamos presentes no mundo, aquilo que construímos continua vivo nos lugares, nos pensamos, em corações. E então, alguém irá falar de você. Talvez pouco, talvez muito. Mas vão falar. Por muito ou pouco tempo, não importa. Dali uns anos talvez nunca mais se lembre, você será só  mais um, levado pela morte.

Por isso o importante, ser alguém.

Quanto mais tempo ser lembrado, melhor.

Enquanto o tempo passa…

tumblr_nwes02spLo1rxzh8to1_540

Eu tive três concepções. Andar, andar devagar sem atropelar as coisas. Eu sempre lamentava: eu já estou com 20 anos, não posso mais perder tempo, não posso.

Parece idiota, e eu repito, é idiota! Eu estou preocupada se vai haver tempo de eu fazer tudo o que eu quero! Até parece que 10 anos se passa devagar… Mas não, dá pra se viver muita coisa. As pessoas têm medo, medo de estarem perdendo tempo demais.

E eu digo o contrário, quando a gente quer demais, em um curto tempo da vida, as coisas não acontecem, porque as coisas têm que ser vividas, por etapas, degraus. Alguns casos muito longos por sinal, mas quanto mais tempo de leva para aquilo terminar, mais especial se torna e vantajoso.

A vida aparece ter passado tão rápido. “A vida” até aquele momento, e o que tem de vir? Um professor disse: “veja o além, veja o que você quer ver, como as coisas vão acontecer, porque conforme o que você pensa ou imagina, daquela mesma maneira vai se torna realidade.”

Mas como assim Fran? Eu imagino me formando em psicologia , eu quero e sonho com isso, então eu digo que eu consigo. Acreditar que é totalmente possível, é simples e fácil, fazer acontecer torna as coisas mais fáceis.

Uma dor de cabeça, terrível dor de cabeça.. Se você pensar como uma “terrível ” dor de cabeça que parece te matar, acredite, ela pode te matar porque você acredita nisso.

Queridos leitores, acredite que sonhos são só sonhos, muitos deles estão muito longe do dia de hoje. Mas são sonhos, não impede que se concretizem hoje, mas pode ser amanhã, ou á daqui vinte anos. Não importa. Não importa o tempo.

Indelinquente cabeça {2}

As vezes é assim, perambular, perambular, perambular, com o que nem precisava. Não entendo esta imoralidade comigo mesma. Não quero, não posso me sentir assim, não posso me submeter, e ponto! Tanto faz. Se remoer, se matar, se sacrificar por algo que não custa fingir? finja! Finja morrer pra dentro, e sorria por fora. Poxa vida, porque as vezes pensar é tão fácil mas por em prática é tão difícil? È. Difícil, muitas vezes parece impossível, mas é possível. Ah!

Que alivio grande pensar que, hoje, eu tenho o intuito de tentar mudar. Tentar me submeter a me sentir melhor. Não é preciso. Nunca fui. Não é necessário toda esta preocupação por algo que, sei la, não faz sentido algum.

Se você também se sente assim. Bate ai.

Até então parece simples. No entanto é muito complicado. Apertar a mão de quem não merece a reconciliação. Tudo bem que sou meio idiota mesmo. Tá, meio não. Muito idiota. Não sei destingir muitas coisas, não sei pensar em coisas de forma correta, não sei ter certas relações com algumas pessoas…

O que poderia ser pior que isso?

Tudo menos normal.

Ah! Que vontade de ter nascido em um mundo que só tivesse gente assim.

O verdadeiro eu

As vezes é verdade. Eu não sei quem sou eu. Aquela menina engraçada? Que faz piada até do que não acha graça. Ou aquela menina irritada? Que dá vontade de xingar todo mundo, sem medo de magoar ninguém. Está  é a verdade. Eu não sei quem eu sou. As vezes tenho medo, de vim alguém e me destruir, as vezes sou forte o bastante para dizer, BASTA! Ninguém vai me derrotar. As vezes, eu sou só sou uma menina, quem tem medo dos trovões em dia de chuvarada. Minha mãe escolheu minhas roupas quando criança, agora quem escolhe sou eu. E ainda não sei do que gosto de vestir. As vezes saia, as vezes jeans. Meu cabelo gosto encaracolado, mas as vezes, ah! que sonho. O cabelo liso que não dá trabalho pra ninguém. Tá difícil de distinguir. Quem sou eu? Tenho medo de pensar, sou eu uma pessoa incapaz de amar? Sou eu a pessoa que sofre por amor, mas ao mesmo tempo, tem coragem de matar? Não sei pensar. Todos sabemos. As vezes queremos matar. Por nós. Por alguém. Ou mesmo, por raiva ou justiça. Então pensa, se sim ou se não. Se posso ou se não posso.

È, por isso que você não sabe, você não sabe quem é você.

 

As melhores frases que eu encontrei nas redes sociais na véspera de ano novo

Olaa! Véspera de ano novo já se foi, mas eu ainda estava recolhendo algumas frases que eu encontrei tanto no tumblr, twitter, e no Facebook – das mais sensatas até as mais engraçadas – sobre o ano de 2016. Achei coisas muito legais, então decidi reunir algumas e postar aqui para vocês. Juro, as pessoas falam cada coisa bonita!.. mas também fala cada coisa engraçada haha! Confira..

tumblr_o099mlU3mK1t8ei4wo1_500

Amanhã é a primeira folha em branco de um livro de 365 páginas. Escreva-o bem!

“É 31 de dezembro, fim de mais um ano e por mais que eu tente fazer outros planos, outro ano começa com o antigo sonho de ter você comigo.”
— Jorge & Mateus

“Deixa Deus conduzir seu ano.”

“Amanhã é um novo ano, acabou a comilança, acabou as desculpas! Hora de emagrecer, fechar a boca!”

“…quanta hipocrisia nesse fim de ano. Todo mundo pedindo paz, esperança, um ano melhor, mas é capaz de amanhã estarem brigando por nada e fazendo umas merdas sem sentido.”

“Não preciso pular 7 ondas porque o meu Deus abre o mar pra eu atravessar.”

“Chance n° 01 de 365.”

“To ansioso pra saber qual vai ser a primeira coisa a dar errado pra mim em 2016.”

“..a uma boa razão para a gente acreditar que o ano de 2016 vai ser bom, é que começa em uma sexta-feira.”

“única conclusão que eu tiro cada ano que passa é que eu to mais loka”

“Inscrições abertas pra mozão 2016!”

“Olhe para trás, veja o que conquistou nesses 365 dias. Agora olhe para frente, veja o que pode conquistar nesses 365 dias”

“Agora é 2016, e eu vou passar 3 meses escrevendo 2015 nos cabeçalhos.”

“E que venha mais estações de felicidade.”
— Coração de aço.

“que em 2016 minha capacidade de ficar sem fazer nada durante horas seja reconhecida e que eu fique rica por isso”

“Pelo visto vou ter que pular 7 tsunami..”

“O ano não será novo se você for o mesmo. Seja a diferença! Faça a diferença!”

“hoje eu vou sair de roupa amarrotada afinal o ano ta passando ne”

“esperando dar meia noite pra canta katy perry firework”

“Feliz ano novo para todos e que esse ano ninguém faça papel de troxa e nem quebre tanto a cara.”

“É, 2015, você veio como uma avalanche e está saindo de fininho como se nada tivesse acontecido. Como se tudo tivesse acontecido. É meu amigo, você soube como causar.”

“Eu ainda não terminei de me preparar emocionalmente pra 2015, calma aí 2016!!!”

Pensamentos aleatórios bobos #1

Oi, leitor! Em alguns momentos do meu dia eu pego meu caderninho, ou aqui no computador mesmo, e escrevo algumas besteirinhas, bobas, só pra aliviar mesmo. E na maioria das vezes elas ficam apenas lá, quietas, sem nunca mais serem lidas haha (só de vez em quando) então, eu tive a milagrosa ideia de compartilhar aqui com vocês, só não se assustam, porque pode ser que vocês encontrem coisas muito bobas, mesmo! haha

“Talvez eu devesse dizer alguma coisa, sobre em como eu consegui sobreviver á vida sem saber exatamente o que deveria ser a felicidade. Mas eu tenho uma noticia para você, ser feliz não é encontra-la, é cria-la.”

“Deixa de ser retardada. Você tem apenas três passos. Seja feliz, crie a sua felicidade, ou morre. Não estou ligando se você não esta acreditando em mim, não mesmo.”

“Sabe, a sua cabeça é uma jaula. Você coloca dentro dela, o que você quiser. Se você colocar um leão lá dentro, isso é o que vai estar. Mas escolha aves, se você for uma bela jovem consciente.”

“Que maneira idiota de dizer que alguém tem alguma porra de consciência sã. Cansei de falar de amor, lindo demais pra ser verdade. Vida normal demais pra ser verdade. Quero ser “escrota” como você prefere chamar. “

“Eu só tenho mais algumas horas neste dia. E eu ainda procuro á faixa colorida do meu arco-iris. Quantas cores você vê no seu?”

“Porque meu livro um dia vão haver 365 páginas. (foi o primeiro numero que veio na minha cabeça). Eu tenho 1867 cracteres, e o que eu falo? Muita merda, muita merda.. pode apostar.”

“Como eu poderia imaginar que as pessoas poderiam ser piores do que eu acreditava. Minhas palpetras não queriam mais enxergar. Eu tinha vergonha, de pertencer á uma escala de pessoas que acreditavam sem ser ondas do mar, e sim no calor do inferno.”

“Estou tão cansada dessa coisa de ninguém se importar. Qual o sentido de você pensar que os outros, também não é você? Você também é os outros. Dá pra notar? Não é estranho as pessoas acharem que você é mais importante que os outros, com coisa que os outros, também é você.”

“Estou triste pelos seres humanos serem tão hipócritas, tão ridículos quando se trata dos outros. “

È só. Beeeijos <3′